top of page

Viabilizando Cunha como Polo Turístico

Atualizado: 10 de abr.

O poder público de Cunha não corresponde à natureza turística da região



O papel do poder público, dos cidadãos e da educação no desenvolvimento turístico sustentável

Cunha, município encravado nas serras do estado de São Paulo, revela um potencial turístico extraordinário, com suas belezas naturais, rica história e cultura local. No entanto, para a cidade alcançar o merecido destaque como um verdadeiro Polo Turístico, é imperativo enfrentar desafios estruturais e promover a conscientização da comunidade, aliando esforços do poder público, empresários locais e cidadãos.

O Caminho para o Sucesso Turístico

O acesso à cidade Cunha é crucial para atrair turistas e impulsionar a economia local. A melhoria das estradas e a implementação de sinalização turística eficiente são passos fundamentais. O poder público deve assumir a responsabilidade de investir em infraestrutura, garantindo que a cidade seja facilmente acessível a partir dos principais centros urbanos. O poder público insiste em afirmar que o portal da cidade é no primeiro trevo de acesso à cidade, inclusive com a construção do citado “Portal” há anos. Entretanto, a entrada principal da cidade é aquela mais próxima às suas principais atrações em se tratando de cidade/centro histórico. Este acesso se dá pela Alameda Lavapés, porém, o descaso com a aparência permitiu um projeto particular desfigurar os aspecto da entrada construindo um muro digno de um sistema prisional. A iniciativa é louvável, o projeto arquitetônico é o sonho de qualquer futuro proprietário, porém, peca na questão — O ENTORNO NÃO IMPORTA — se levarem “segurança” ao projeto. Enfim, o que poderia ser uma entrada atrativa, mesmo com um condomínio com muro, mas, embelezado por algum acessório, já não é mais possível, mesmo que façam um trevo no local, como o já sugerido neste informativo, ficando o aspecto de um muro de prisão com a importação do medo dos grandes centros. A questão segurança é importante, porém há diversas maneiras de monitoramento mais ei cientes capazes de oferecer esse requisito. É o poder público municipal deixando ao “Deus dará” o aspecto da cidade. Mas, o que esperar de qualquer ação nesse sentido se a cidade teve a grande maioria dos seus casarões demolidos? Ainda há tempo se houver ação daqueles que administram e que administrarão o município, independente de que partido seja. Quanto ao muro com aspecto de penitenciária, havendo boa vontade do empreendimento de implantar uma extensa jardineira no topo com flores permanentes, como diz o projeto integrado ao meio ambiente, mudaria bem o aspecto, muito. Se já usaram o tijolo ecológico, seria uma boa ideia humanizá-lo.


Além disso, é essencial fomentar parcerias público-privadas para a construção de meios de transporte sustentáveis, como linhas de ônibus turísticos, ciclovias e estacionamentos adequados. A criação de uma rede de transporte eficaz contribuirá significativamente para a comodidade dos visitantes.

Educação como Ferramenta de Transformação

A conscientização dos cidadãos é peça-chave no processo de transformação de Cunha em um destino turístico próspero e sustentável. O programa governamental “Turismo na Escola” pode desempenhar um papel vital nesse contexto. Implementado nas escolas locais, esse projeto pode introduzir desde cedo o entendimento da importância do turismo para a comunidade.

O currículo do “Turismo na Escola” deve abordar não apenas aspectos históricos e geográficos, mas também temas como preservação ambiental, respeito à cultura local e ética do turista. Dessa forma, as novas gerações serão educadas para serem defensoras do patrimônio cultural e ambiental de Cunha, contribuindo para um turismo mais responsável e sustentável.

O Papel Ativo dos Cidadãos

Além do papel educacional, é imperativo que cada cidadão se envolva ativamente na promoção do turismo local. Iniciativas de conscientização, como campanhas de limpeza, preservação de áreas naturais e a valorização de eventos culturais, devem ser incentivadas. A participação da comunidade é crucial para criar um ambiente acolhedor e promissor para os visitantes.

Os empresários locais também desempenham um papel vital, investindo em estruturas turísticas de qualidade, como restaurantes, pousadas e lojas de artesanato. A união de esforços entre a iniciativa privada e a população é fundamental para o sucesso do desenvolvimento turístico de Cunha.

Um Futuro Promissor

Viabilizar Cunha como um Polo Turístico requer um esforço conjunto de diferentes setores da sociedade. O investimento em infraestrutura, a educação das gerações futuras e a ativa participação da comunidade são elementos fundamentais para o sucesso desse empreendimento. Ao superar desafios e abraçar oportunidades, Cunha pode não apenas se destacar no cenário turístico, mas também oferecer um exemplo inspirador de desenvolvimento sustentável para outras comunidades.
15 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page