top of page

Estacionamento rotativo

Atualizado: 29 de jun. de 2023

Vantagem ou desvantagem?

Qual é o nível de dificuldade em estacionar nas ruas do centro da sua cidade? Principalmente se tratando de uma cidade pequena. De maneira geral é muito complicado e muito difícil conseguir uma vaga. Isso acontece em cidades que não possuem estacionamento rotativo. É um assunto que gera muita polêmica, principalmente em cidades aonde boa parte da população não tem poder aquisitivo suficiente para que taxa de estacionamento não comprometa seu orçamento, ou mesmo as pessoas não têm disponível no momento o valor para comprar créditos rotativos para inserir em algum aplicativo, ou mesmo comprar tickets em lojas autorizadas.
Uma cidade pequena, onde comumente o comércio mais forte se concentra nas ruas centrais, o estacionamento rotativo é a garantia de que muito mais pessoas poderão fazer uso do espaço público, democraticamente, e com isso conseguir maior mobilidade urbana para usufruir do comércio e dos serviços públicos.
No caso de localidades onde cobrar este tipo de serviço faz diferença no bolso da população, a opção inteligente e justa é não cobrar a primeira hora no estacionamento rotativo, desde que o motorista não ultrapasse dez minutos de tolerância da hora já utilizada. Portanto, o usuário terá 70 minutos gratuitos para usar os espaços de estacionamento na cidade. Se os dez minutos de tolerância forem ultrapassados, aí, sim, cobra-se a hora utilizada e a seguinte em curso.
Na região central de Cunha muitos veículos ficam estacionados por longas horas
É comum observar que muitos veículos estacionados no centro ocupam as vagas por horas, até todo período do dia, tirando o direito do uso coletivo e racional do espaço público. Assunto de tal natureza merece ser debatido com o poder público, entidades de classe e os próprios comerciantes proprietários dos estabelecimentos.
9Para o turista é fundamental que ele tenha facilidade de estacionamento, bem como os moradores do município, que terão acesso às lojas e ao bens de serviços, aos restaurantes e aos pontos turísticos. A maioria das cidades que possuem centros históricos já possuem o estacionamento rotativo ou em fase de implantação: Ubatuba, Ilhabela, Penedo, Angra dos Reis, Bertioga, Paraty, dentre muitas outras. A cidade precisa cuidar mais da mobilidade urbana, precisa otimizar não apenas o estacionamento, mas também a otimização das calçadas para que pessoas idosas, deficientes, e mesmo as pessoas comuns consigam transitar pelo espaço público com mais facilidade e segurança.

Estudos preliminares para implantação do estacionamento rotativo

A cidade de Três Passos cuja população é similar a de Cunha aprovou por unanimidade em audiência pública

foto: Rádio Difusora
A implantação do estacionamento rotativo requer estudo preliminar. Vários municípios brasileiros já contam com este benefício e a opinião da maioria das pessoas entrevistadas concorda com a implantação, exceto aquelas que precisam deixar seu veículo estacionado o dia todo em uma vaga perto do seu emprego. É um tema polêmico, porém necessário, principalmente em cidades cujas ruas são estreitas e de difícil estacionamento. Existem vários estudos para implantação elaborados por pesquisas aprofundadas envolvendo com diversos setores da sociedade.
Com este foco, um grupo de pesquisadores do Curso e Graduação em Engenharia Civil, na cidade de Três Passos, cuja população é praticamente igual à população de Cunha, elaborou um documento para saber sobre a viabilidade adotando metodologia compatível com o município. (baixar documento em PDF).
O estudo iniciou em 2008 e em 2018 e aprovado por unanimidade em audiência pública, depois encaminhado para votação na Câmara de Vereadores, valendo observar que a cidade gaúcha tinha ruas mais abertas e de mais fácil estacionamento, com formato geométrico regular e de topografia suave. Saiba mais sobre o assunto por completo lendo a matéria feita pela rádio Difusora daquele município. Outras cidades brasileiras de pequeno porte vem aderindo ao estacionamento rotativo como forma de democratizar o espaço público através da organização do trânsito.

Cidades de pequeno porte em vários estados brasileiros implantaram o estacionamento rotativo


CopiCola - Manual de Implantação de estacionamento rotativo da Prefeitura de São Paulo

A prefeitura Municipal São Paulo através do Laboratório de Inovação da prefeitura de São Paulo possui estudos já transformados em projetos e colocados em prática. Na página específica do órgão está disponível um resumo do projeto e o manual de implantação. O estudo anterior feito elaborado na cidade de três passo foi realizado especificamente para cidades do porte de Cunha. Contudo, os manuais da prefeitura de São Paulo também abordam vários casos. O projeto pode ser estudado e implantado em escala menor.

Baixe aqui o Manual Como Implantar Estacionamento Rotativo com Pagamento Digital

Observa-se que a implantação de um sistema de estacionamento requer estudos detalhados para saber da sua viabilidade, e de onde virão os recursos para custear, É direito da sociedade requerer tal benefício e aos departamentos específicos da prefeitura e Câmara de vereadores. Cada cidade tem a sua mobilidade distinta e todos os pontos devem ser levantados para apreciação.



25 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page