top of page

O alicerce do desenvolvimento

Atualizado: 10 de abr.

Investir na criança e no adolescente é garantia do presente e melhores perspectivas para o futuro.


Quando acessamos a enciclopédia gratuita Wikipedia para pesquisarmos sobre um município, a primeira coisa que olhamos é para o número de habitantes, a localização e o IDH — Índice de Desenvolvimento Humano. Consta no Wikipedia que o IDH de Cunha está em 0.684 (médio), registrado pelo censo de 2010 pelo IBGE. O IDH médio do Estado de São Paulo é 0.783, aponta o censo também de 2010. Pode ter mudado alguma coisa, mas, podemos estimar que, no próximo censo, o índice estará mais alto, com o poder público e as instituições tratando da educação no município como vem fazendo. Os recursos são poucos, entretanto há possibilidades de onde buscar. Os representantes eleitos têm a obrigação batalhar por mais verbas e com os repasse implantar novos programas.
Muitas escolas do município estavam em estado precário. Um bom exemplo é a Escola Estadual Paraibuna I, em situação lastimável, como mostra a foto abaixo, antes de sofrer reformas. Muitos acham que sendo uma escola estadual, o município não é obrigado a manter ou reformar. Uma escola estadual fica sob a responsabilidade do executivo municipal quando abriga alundos dos 1.º ao 5

.º ano do ensino fundamental. Cabe então ao legislativo da cidade levantar as demandas, analisar em plenário e buscar verbas para melhorias, seja na esfera pública ou e privada.

Escolas em completo abandono comprometem a seguranças dos alunos e mestres
Em Cunha está acorrendo um trabalho de formiguinhas. Pouca gente percebe, entretanto não podemos ignorar o esforço do executivo municipal em melhorar a qualidade do ensino. Escolas estão sendo reformadas, tornando-se lugar digno das crianças e dos profissionais do ensino. Os assuntos ganham mais polêmicas quando vão a público mediante informativos em qualquer mídia. Dever de Casa não tem nenhuma tendência política, nem trabalha e nem depende de verbas públicas, desse modo, o informativo sente-se confortável em abordar qualquer assunto. O que se escreve aqui é puro jornalismo praticado na política da informação correta. Não citamos nomes de políticos; citamos suas obras para a comunidade que não são mais do que a obrigação das administrações. Na boa imprensa, como deve ser.
Observamos que s trabalhos que vem sendo realizados não se limitam às reformas das edificações, mas também na execução de ações complementares, sendo detalhes menores no tamanho, grandes na importância, assim como é o descarte correto do lixo, ensinando a importância de selecionar para reciclar. Educa-se o cidadão desde pequeno, com livros e ações para se tornarem costumes.
Na atual administração foram reformadas 24 escolas urbanas, rurais e creches. Quadras esportivas, melhorias nas instalações sanitárias, cantinas adequadas e salas condizentes com o que acontece dentro delas. Limpeza e claridade. O professor sente-se valorizado pelo lugar que trabalha. Está de bom tamanho o que foi concretizado? Ainda não, mas, continuando o ritmo de trabalho adotado, a pretensão vira realidade, essas ações fundamentais vão ajudar a impulsionar o IDH para cima.
foto: da Internet: Sumples assim - escola limpa e produtiva.
O crítico mais ferrenho dirá: “que hortinha mixuruca!” Mas, só disse porque não enxergou direito a profundidade do conjunto. É o caso quando você aponta com o dedo mostrando a lua para uma pessoa, mas, ela só consegue enxergar um pontinho de sujeira na sua unha, e não vê; escola limpa, bem cuidada, onde se ensina a ler, a cultivar e a colher.
Cada um deve fazer a sua parte para evitar o item manutenção, que é caro, não soma absolutamente nada e consome recursos que poderiam ser usados em melhorias e outros projetos para a comunidade.
Escolas rurais foram beneficiadas com mais de 40 notebooks, Internet via satélite de alta velocidade em 10 bairros: Paraibuna, Taboão, Sapezal, Cedro, Vargem do Tanque, Serra do Indaiá, Paiol, Mato Escuro e Paineira. Assim que se constrói os alicerces do desenvolvimento, para conseguirmos atingir o nível de IDH cada vez melhor. É um bom começo.

Opa! Que bom exemplo!


Exemplo que merece atenção e adequação, já que o PIB de Cordeirópolis é 10 vezes maior do que o de Cunha, mesmo que a população seja mais ou menos igual. Não custa sondar para incluir a garotada em plataforma de serviços sistematizada na intenção de construir uma base profissional para o futuro empreendedor. A tendência do mercado, totalmente globalizado, se volta para AI, (Artificial Intelligence). Quem não souber dominá-la ficará a mercê do mundo robotizado e com mercado de trabalho limitado.


Em 3 anos, Google For Education transforma Educação de Cordeirópolis


Matéria extraída da página da prefeitura de Cordeirópolis

Cidade foi a primeira do Brasil a implementar plataforma em escolas municipais


Visando modernizar o ensino nas escolas públicas, possibilitando que alunos e professores tenham acesso a novas tecnologias que contribuam com o processo educacional, a Prefeitura Municipal implantou, em 2017, a plataforma Google For Education. O projeto já era oferecido por escolas particulares de todo o país, mas Cordeirópolis foi a primeira cidade do Brasil a implantá-lo na rede municipal de ensino. Para isso, foi investido mais de R$ 1 milhão.
Desde então, os alunos e professores começaram a perceber uma grande evolução no sistema público de Educação da cidade. Internet com rede Wi-Fi de qualidade, cursos de capacitação com certificação expedida pela Nuvem Mestra, parceira Google, para professores, aquisição de Chromebooks, investimentos na infraestrutura de rede, criação de 4.939 e-mails escolares, entre outras ações, já foram implementadas em todas as escolas municipais, através do projeto. Com a pandemia do novo coronavírus, muitos municípios passaram a se interessar pelo uso da plataforma, para se adaptar ao ensino remoto. A secretária de Educação, Angelita Ortolan, ressaltou a importância de a cidade ter optado em investir no projeto já em 2017. “Foi um grande acerto. Três anos depois, os resultados já são visíveis em nossas escolas. Antes da pandemia, já apresentamos a plataforma para alguns municípios do estado de São Paulo. Sabemos que devido à situação pandêmica muitos municípios tiveram que aderir e capacitar seus profissionais em tempo recorde, enquanto Cordeirópolis elaborou um plano de trabalho usando as várias ferramentas que já eram utilizadas em sala de aula para levar a aprendizagem até a casa dos nossos alunos”, disse.

Confira o balanço completo de ações do projeto Google For Education:


4.939 contas de e-mail criadas — alunos do maternal II aos 5.º anos do fundamental, para professores, diretores e administrativo;
  • Contratação de internet fibra óptica para as treze unidades escolares e Secretaria de Educação;

  • Curso de capacitação para professores, equipe gestora das UE, equipe multiprofissional durante o período de 2017 a 2020, ministradas pela equipe pedagógica da empresa Nuvem Mestra;

  • Parceria com a Patrulha Mirim, capacitando os patrulheiros da Educação para auxiliar os professores na plataforma do Google, com o Programa Aluno Tutor em Tecnologia Google;

  • Aquisição de chromebooks Multilaser e Acer, carrinho de armazenamento e recarga para os notebooks, equipamento para distribuição de internet e infraestrutura das escolas.








14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Opmerkingen

Beoordeeld met 0 uit 5 sterren.
Nog geen beoordelingen

Voeg een beoordeling toe
bottom of page