top of page

"Seu Carmo", o mestre da lutieria

Atualizado: 24 de jun. de 2023

A divina arte de criar instrumentos musicais

Matéria inspirada em entrevista feita por
Juliana Luz / TV Aparecida / 15/06/2022
Imagens Tv Aparecida / Rede Vanguarda

Carmo Camargo Jr., mais conhecido como "Seu Carmo!" é um artista plástico, músico de formação clássica, morador de Cunha, São Paulo - esta é a sua história.
Com base na excelente reportagem da competente jornalista/repórter e apresentadora da TV Aparecida / Rede Vanguarda, oportunamente mostramos um pouco desta dificílima profissão. A oficina do Seu Carmo, por si só, já nos arremete em outro mundo, ambiente que nos leva a relembrar personagens da nossa infância, como o velho Gepeto, criador de Pinóquio, outras figuras mais recentes habitantes das oficinas mágicas do Beco Diagonal de Harry Potter, todas repletas de ferramentas, madeiras e formas.
Seu Carmo mostra um violino rudimentar criado no começo
Formado também em artes plásticas, além de músico, tudo começou quando ele já tinha perto dos seus cinquenta anos, aos ser pego de surpresa com o convite para dirigir um projeto envolvendo aula de violino para crianças e adolescentes. Entretanto, como todo começo inovador tem seus percalços, os alunos corriqueiramente deixavam estragar os violinos, surgindo então a necessidade de consertá-los de maneira mais barata. Foi sugerido ao Seu Carmo que ele mesmo realizasse os consertos, pois, tinha uma pequena marcenaria e muita habilidade com a madeira.
- Mas, eu não entendo nada de conserto de violino ou qualquer outro instrumento! - retrucou Seu Carmo ao maestro que já tinha uma solução - foi agendada uma visita à oficina de um lutier.
Dias depois estava em Americana, São Paulo, na oficina do Mestre Agostinho. Devido à complexidade de consertar violinos de fabricação tão caras, Seu Carmo questionou a Mestre Agostinho se não haveria uma forma mais barata de construir um violino, que desse um bom resultado sonoro e o mais importante - baixo custo de manutenção.
A simplicidade do Seu Carmo, a sua humildade em dizer que jamais construiria peças artísticas utilizando as técnicas mais exigentes da luteria, era um sonho impossível. De natureza empreendedora não ficou satisfeito com a sonoridade dos violinos fabricados dentro do modelo econômico. A sonoridade desejada estava longe daqueles instrumentos rudimentares, planos, que não eram esculpidos conforme a técnica exigia. Do instrumento simples que criou no início, estudou com afinco as técnicas apropriadas, trabalhou noites adentro, testou, errou, até conseguir criar instrumentos dignos das maiores orquestras. A sonoridade ideal foi alcançada fazendo de Seu Carmo um vencedor, um grande mestre da luteria.

Com o tempo, assim como amadurecem os vinhos e as madeiras nobres, Seu Carmo tornou-se referência nacional e internacional em tão nobre arte. São violinos, violas, ukulelês espalhados por terras longínquas, maravilhas nascidas das mãos mágicas de um artista icônico. O exemplo de dedicação a esta nobre arte merece e deve ser seguida para que o lutierismo, uma das mais antigas profissões da humanidade perpetue. Parabéns ao Seu Carmo. Parabéns aos profissionais que fizeram esta grande matéria.

26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page